Cherry Skull & KarmaComa

Cherry Skull #379

Idade: 25 // Ocupação: estudante // Música favorita: Rose Tattoo – Dropkick Murphys // Curiosidade: o meu derby name vem da junção de componentes do panorama pin up/rockabilly e o meu número do universo de Tolkien

O Roller Derby surgiu numa altura em que nada parecia bater certo na vida, e a maneira como as Rocket Dolls recebem as suas fresh meat, sempre com um sorriso e de maneira acolhedora, fez logo que algo em mim se apercebesse que era este o meu lugar. Não é só um desporto, é um estilo de vida, uma subcultura com a sua vibe Rock n’ Roll. Quem entra ganha uma segunda família e começa a notar o difícil que é não estar constantemente a falar de derby, mas eventualmente os amigos e familiares habituam-se e percebem que não é apenas uma fase.

É um desporto que ensina a enfrentar os medos, que não faz mal cair e que dá força para erguer novamente. A vida é feita de paredes e, seja na pista ou no dia-a-dia, é preciso ir contra elas sem medos.

Estou nesta vida há pouco mais de um ano e é muito recompensador olhar para trás e ver toda a evolução que já tive. Quando entrei mal sabia patinar, dos meus tempos dos patins em linha sobrava muito pouco. Foram muitas quedas aparatosas, o desespero de não conseguir fazer um plow stop ou uma águia. Aos poucos fui conseguindo fazer os exercícios e melhorando a cada dia que passava, mesmo sem dar por isso.

Hoje em dia jogo com a minha equipa, cada bout ou scrimmage é a recompensa de todo o esforço, mas tenho sempre em mente que há mais para aprender e melhorar e é isso que pretendo fazer, ser a melhor versão de mim mesma.

cherry skull

KarmaComa #3,14

Idade: 31 // Ocupação: fotógrafa/enfermeira/etc. // Música favorita: ui… tantas… // Curiosidade: tenho o dom de me esquecer de tudo em todo o lado

Faz por esta altura dois anos que entrei para a equipa “Rocket Dolls Roller Derby Coimbra”. Antes disso o Roller Derby era, para mim, um desporto meio louco, místico e estranho. Conhecia, como a maioria, daquele filme que passou na tv, de uma ou outra série e pouco mais… Mas rapidamente me apaixonei! E não se tratou de um flirt passageiro ou de um amor de verão, entranhou-se de tal forma que, mesmo eu indo um dia viver para a República de muito, muito Longe, hei-de arranjar forma de o praticar. Porquê? Humm… não é fácil responder a isso… talvez por ser um desporto que alia a dose certa de emoção, estratégia e desafio, com o trabalho em equipa, amizades e uma pequena dose de loucura… o que me faz voltar no treino seguinte, mesmo tendo ficado toda dorida do treino anterior.

Além do mais, toda a filosofia que envolve o Roller Derby fez-me sentir que era ali o meu lugar. Ele aceitou-me como eu sou. E é isso que eu mais gosto neste desporto! Não existe um tipo físico ideal para o praticar. A idade também não é factor de exclusão. Baixas, magras, gordas ou altas: todas têm lugar, todas têm qualidades que podem ser utilizadas no jogo. As mais magras podem dar jammers rapidas e ágeis, e as meninas grandes e pesadas, blockers inultrapassáveis. No mundo real somos todas diferentes e este desporto vive disso mesmo. De pessoas completamente distintas, de várias faixas etárias, classes sociais, ideologias e com todo o tipo de profissões, ocupações e gostos diversos… Em comum: muita garra, vontade de vencer e gosto pela modalidade. Este é o espírito do Roller Derby. Celebramos a singularidade, a diferença e a força feminina.

E eu, no meio disto tudo, não podia imaginar que um par de patins pudesse mudar tanto a minha vida: conheci pessoas interessantes, fiz amigas daquelas para a vida, melhorei a minha condição física, a minha auto-estima, enquanto ia levando porrada e distribuindo encontrões. Quem diria?

Sabes qual é o corpo ideal para uma jogadora de roller derby? Todos! Mete-lhe dentro dedicação, determinação, garra, muito treino e uma boa dose de loucura! Et voilà! Aqui está ela…
Sabes qual é o corpo ideal para uma jogadora de roller derby? Todos! Mete-lhe dentro dedicação, determinação, garra, muito treino e uma boa dose de loucura! Et voilà! Aqui está ela…
Anúncios

Um pensamento em “Cherry Skull & KarmaComa”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s